RÁDIO - AM |

RÁDIO – AM

Rádio!

Na comunicação, não existe nada mais fascinante do que este veículo.

Instantaneidade, emoção, vibração, livre e estimulante exercício da imaginação, interatividade, agilidade, informação…

No esporte – o futebol em especial – o rádio é uma referência, registrando e transmitindo os principais campeonatos e jogos desde os primórdios desta nossa paixão popular.

E o rádio AM é, sem dúvida, o climax de todas estas constatações.

Em Mato Grosso este fantástico veículo tem uma trajetória belíssima – especialmente na Baixada Cuiabana – , rica em profissionais, histórias, hestórias, fatos e pioneirismo.

Um pouco disso tudo você vai conhecer, relembrar, viver através desta página, criada justamente para reverenciar e matar saudades de grandes momentos e personagens.

ÁUDIOS HISTÓRICOS

 

GRANDES NOMES

 

ADEMIR RODRIGUES – O HOMEM DO RELÓGIO

Ademir Rodrigues

Nasceu no dia 15/5/1951 em Uberaba (MG).

Começou a carreira em Uberaba no ano de 1968, trabalhando nas rádios Triângulo Mineiro e Sete Colinas. No ano seguinte foi para a Rádio Itatiaia, em Belo Horizonte.

Chegou em Cuiabá em 1972 e fez sucesso com um estilo de narração diferenciado, onde a cada lance surgia uma rima.

“É o Ope valente, é o torcedor contente”

“O caminho da água é a sede, o caminho da bola é a rede”

“Jogo empatado, pintando zero pra todo lado”

Ao informar tempo e placar dos jogos, uma outra marca registrada – que lhe valeu o slogan “o homem do relógio”:

“Meu relógio não perdooooaaaaa”, era a deixa tradicional.

Trabalhou nas rádios A Voz do Oeste, Cultura e Industrial-Várzea Grande.

Nos anos 80 criou uma outra marca, a do trem. Com a música “O Trem das Sete “de Raul Seixas, abria as jornadas esportivas “colocando” seus convidados nos vagões imaginários para uma viagem que se tornou histórica no rádio cuiabano.

Afastado do rádio, hoje trabalha na prefeitura de Várzea Grande.

◊ ADEMIR RODRIGUES narra gol de Bife pelo Operário:

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

◊ ADEMIR RODRIGUES narra gol de Pastoril pelo Mixto:

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

VEJA ABAIXO reportagem da TV Record Cuiabá sobre o narrador Ademir Rodrigues:

Imagem de Amostra do You Tube

 

 

ANTERO DE BARROS – A ENCICLOPÉDIA DO FUTEBOL DE MATO GROSSO

Antero Paes de Barros

Filho de Ranulpho Paes de Barros, um dos primeiros e principais dirigentes do Mixto Esporte Clube, o cuiabano Antero nasceu no dia 3 de janeiro de 1953.

É o mais técnico de todos os comentaristas esportivos da história do rádio mato-grossense. Sempre muito bem informado e profundo conhecedor da história regional, ficou conhecido como ‘A Enciclopédia’.

Começou como repórter esportivo na Rádio Cultura. Depois passou por Difusora, A Voz do Oeste, Globo Vila e Gazeta (hoje CBN), além de ter trabalhado nas tvs Centro América e Gazeta (hoje Record).

Foi vereador em Cuiabá, deputado federal e Senador por Mato Grosso.

Sempre polêmico Antero deixou o rádio no começo dos anos 90 para se dedicar exclusivamente a carreira política.

Retornou à imprensa em setembro de 2009 com o Programa do Antero na TV Cuiabá, canal 47, onde abordava temas gerais, com ênfase para a política.

No início de 2011 assumiu o jornalismo e o esporte da Rádio CBN AM de Cuiabá, ancorando um programa de assuntos gerais e comentando jogos do futebol regional.

 

 

ANTONIO SÉRGIO – O NARRADOR ARRASTA SANDÁLIAS

Sérgio Antonio Teixeira

Nasceu em Machadinho-RS.

Começou a carreira de radialista em 1975 como operador na Rádio Colméia de Cascavel-PR.

Depois de alguns anos afastado, voltou em 1988 na Rádio Itajubá, em Minas Gerais, como repórter.

Em 1990 fez sua primeira narração esportiva, na mesma emissora.

Em seguida trabalhou também nas rádios Clube (Patos de Minas-MG), Jornal-GO; Inhumas-GO, Clube (Belém), Clube (Recife), Aruanã e Difusora (Barra do Garças), Amorim Juventude (Rondonópolis), Pampa (Porto Alegre), Cultura, Industrial e CBN/Gazeta (Cuiabá).

Está em Cuiabá desde o começo da década de 90 e concilia seu trabalho no rádio com a atividade empresarial.

◊ANTONIO SÉRGIO narra gol do Mixto (Davi marca contra o Paraná Clube no Estádio Verdão pela Copa do Brasil 2009):

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

◊ANTONIO SÉRGIO narra gol do Operário (Renan marca contra o Palmeiras de Cuiabá no Campeonato Estadual 2009):

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

 

 

AUGUSTO ROBERTO – O GAROTINHO ESPERTO

Augusto Roberto da Costa

Nasceu em Várzea Grande no dia 17 de março de 1959.

Começou no rádio como repórter esportivo na Rádio A Voz do Oeste.

Depois passou pelas rádios Cultura, Globo-Vila e Gazeta (hoje CBN).

Nas rádios Cultura e Gazeta foi também repórter do departamento de jornalismo.

Se notabilizou por ser um torcedor fanático do Operário de Várzea Grande, time que sempre cobriu como setorista.

Também atuou como repórter esportivo da TV Record-Cuiabá e hoje é repórter da TV Rondon, em Cuiabá.

Foi assessor de imprensa da prefeitura de Cuiabá e da Assembléia Legislativa de Mato Grosso.

OUÇA ABAIXO uma seleção de momentos do radialista Augusto Roberto como repórter (trabalhando com Márcio de Arruda e Rubens Neves) e até dando uma de narrador (gol do seu Tricolor, é claro). Pesquisa e seleção do operador de áudio Odílio Martins:

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

 

CARECA – CONHECE PORQUE ESTEVE LÁ

Roberto de Jesus César, o Careca, nasceu no dia 7 de junho de 1949 na cidade de Antonio João, no Mato Grosso do Sul.

Foi jogador e técnico de futebol profissional – daí o slogan “Conhece porque esteve lá”.

Entrou para a história do futebol regional como técnico do Mixto em 1976 ao vencer o rival Operário e encaminhar o Alvinegro para sua primeira participação no Campeonato Brasileiro (veja na página Jogos Memoráveis).

Começou no rádio em 1977, logo após deixar a carreira de técnico, na rádio A Voz do Oeste.

Depois passou pelas rádios Cultura, Industrial, Difusora e Gazeta (CBN), onde está atualmente.

Trabalha na Assembléia Legislativa de Mato Grosso.

◊OUÇA ABAIXO entrevista de Careca ao repórter Paulo Sérgio Cardoso falando sobre sua trajetória no futebol:

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

 

 

CELSO MACHADO – O GARIMPEIRO DA NOTÍCIA

Celso Machado nasceu no dia 3 de junho de 1957. É um varzeagrandense apaixonado por rádio.

Foi repórter setorista durante muito tempo. Destacou-se cobrindo o dia a dia do Clube Esportivo Dom Bosco na Equipe 1.300, da Rádio Cultura, onde trabalhou por 24 anos.

Começou no rádio em 1977 na Rádio Difusora da Cuiabá. Em 1980 foi para o Palácio do Rádio, onde ficou até 2004 e além de repórter esportivo foi também repórter do Grande Jornal Falado Cultura.

Profissional extremamente correto, ótimo contador de histórias e sempre carregando seu sotaque regional, Celso era nos bastidores considerado o ‘cordeiro’ oficial, sempre pronto para apimentar qualquer assunto rotineiro para criar uma polêmica.

O longo período como repórter setorista do Dom Bosco fez muita gente pensar que o Azulão é o seu clube do coração, mas Celso é operariano. Prova inequívoca de seu profissionalismo e imparcialidade como repórter.

Deixou o rádio em dezembro de 2007 em função de problemas de saúde, mas está se recuperando e planeja um retorno em breve. Mora em Várzea Grande.

 

 

CÉZAR AUGUSTO

Cézar Augusto de Arruda

Nasceu em Cuiabá no dia 26 de setembro de 1957 e começou no rádio em 1979 na rádio A Voz do Oeste.

Depois passou por todas as demais emissoras de Cuiabá e Várzea Grande – Cultura, Difusora, Industrial e Gazeta (CBN), sempre atuando na função de repórter esportivo.

Se considera um apaixonado pelo rádio esportivo e tem como característica o bom humor, forte presença de espírito e comentários muitas vezes ácidos e extremamente pertinentes sobre o mundo do futebol.

É advogado da Secretaria Estadual de Meio Ambiente.

◊CLIQUE ABAIXO para ouvir algumas participações do repórter Cézar Augusto nas transmissões esportivas:

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

 

 

CLEDI OLIVEIRA

Cledimel de Oliveira

Paulista, Cledi trabalhou por pouco tempo no rádio esportivo de Mato Grosso, mas deixou sua marca. Chegou no final da década de 1980 trazido por Antero Paes de Barros e Dorileo Leal para a equipe de esportes da Rádio Difusora. Com um estilo jovem, arrojado, da escola do inigualável Osmar Santos, Cledi representou a modernização, o novo, no duelo contra o já consagrado estilo dos tradicionais e insuperáveis grandes nomes locais, como Márcio de Arruda e Jota Márcio (só para citar dois).  Sua estada por aqui, onde também foi locutor da Globo/Vila FM (hoje Gazeta FM) e apresentador do Globo Esporte local da TV Centro América, durou até o início dos anos 90, quando Cledi voltou para São Paulo e passou por grandes emissoras de rádio como Globo, Record e Gazeta-AM.  Trabalhou em Cuiabá novamente em 1997, mas foi uma passagem relâmpago, narrando apenas alguns jogos da fase final do Campeonato Estadual.

É narrador da ESPN Brasil e da Rádio Eldorado de São Paulo.

◊CLEDI OLIVEIRA narra gol do Dom Bosco (Vítor na decisão do Campeonato Estadual de 1991 – Dom Bosco campeão no Verdão contra o União de Rondonópolis):

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

◊CLEDI OLIVEIRA narra gol do Dom Bosco (Amendoim marca contra o Cáceres no Campeonato Estadual de 1997):

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

◊CLEDI OLIVEIRA narra gol do Operário (Laurinho marca contra o União na decisão do Campeonato Estadual de 1997):

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

 

 

CLÓVIS ROBERTO

Clóvis Roberto Balsalubre de Queiroz.

Paulista, Clóvis chegou em Mato Grosso no início da década de 70.

Em Rondonópolis, foi um dos fundadores da tradicional Rádio Clube, onde militou por 19 anos atuando no jornalismo comunitário, político e esportivo.Torcedor declarado do União, foi comentarista durante muitos anos.

No início da década de 90 veio para Várzea Grande, onde atuou na Rádio Industrial.Pouco tempo depois se transferiu para a Gazeta AM e, em seguida, assumiu a apresentação do programa Cadeia Neles – canal 10.

Na Gazeta AM também atuou como comentarista esportivo, além de apresentar um programa diário onde abordava temas diversos.

No Canal 10 também foi narrador e comentarista.

Vítima de câncer no pulmão, morreu no final de 2010.

Abaixo, você ouve um trecho do programa CBN Cuiabá, onde Clóvis fala sobre a classificação da Holanda para a final da Copa do Mundo do ano passado, interagindo com o narrador Rubens Neves.

CLIQUE para ouvir:

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

VEJA VIDEO onde Clóvis fala sobre a homenagem recebida em 2002, quando o troféu entregue  ao campeão da Copa Gazeta de Futebol Master levou o seu nome:

Imagem de Amostra do You Tube

 

DORILEO LEAL – O REPÓRTER LEGAL

João Dorileo Leal

Natural de Arenápolis (24/01/1957).

Um dos maiores repórteres esportivos da história do rádio de Mato Grosso.

Começou na Rádio Cultura em 1975.

Trabalhou também nas rádios A Voz do Oeste, Difusora, Globo-Vila (depois Gazeta AM e hoje CBN) e Industrial-Várzea Grande.

Também foi repórter esportivo da TV Centro América e da TV Brasil Oeste.

Destacou-se ainda nos jornais Diário de Mato Grosso e Jornal do Dia, onde foi repórter, editor e diretor comercial.

Em 1990, Dorileo iniciou um processo revolucionário na imprensa de Mato Grosso ao criar o jornal A Gazeta, o primeiro informatizado do Estado. No ano seguinte inaugurou as rádios Gazeta AM e FM. Em 1993, mais uma iniciativa inovadora, ao inaugurar a TV Gazeta (hoje TV Record).

Superintendente do Grupo Gazeta de Comunicação, o maior do Estado e um dos maiores do Centro Oeste brasileiro. Além das emissoras de rádio e da televisão, o grupo é formado ainda por uma gráfica e um instituto de pesquisas.

 

 

EDIPSOM MORBECK – O PALAVRA FÁCIL

Edipson Morbeck de Matos

Mineiro de Uberlândia, Edipson nasceu no dia 3 de fevereiro de 1939.

Começou no rádio como locutor comercial da rádio A Voz do Oeste, de Cuiabá.

Depois ingressou na equipe de esportes e foi comentarista esportivo também das rádios Cultura, Difusora e Gazeta (hoje CBN).

Dono de um vocabulário requintado, Morbeck marcou época como um comentarista de uma técnica e um estilos diferenciados.

Advogado, é funcionário da Assembléia Legislativa de Mato Grosso.

 

 

EDIVALDO RIBEIRO – O COLIBRI

Edivaldo Ribeiro nasceu no dia 1° de outubro de 1942 na cidade de Santo Anastácio (SP).

Um dos grandes narradores de futebol da história do rádio de Mato Grosso, também foi dirigente de clube, presidindo o Operário na década de 80 (quando conquistou o tricampeonato mato-grossense).

Começou no rádio em 1965 na cidade de Bela Vista do Paraíso (PR).

Passou também pelas rádios Cultura de Maringá, Paiquerê de Londrina, Educação Rural e Difusora de Campo Grande (MS), antes chegar em Cuiabá na década de 70, onde trabalhou nas emissoras A Voz do Oeste, Cultura, Industrial e Gazeta (CBN).

Também trabalhou nas tvs Centro América, Record, Cidade Verde e Mundial – todas de Cuiabá.

Apresenta um programa na Cidade FM, de Cuiabá, onde aborda temas gerais.

◊EDIVALDO RIBEIRO narra gol do Operário (Zé Hilton marca contra o Barra do Garças no Campeonato Estadual de 1995):

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

◊EDIVALDO RIBEIRO narra gol do Operário (Wender marca contra o Barra do Garças no Campeonato Estadual de 1995):

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

◊Na década de 90, Edivaldo apresentou na Rádio Cultura de Cuiabá um programa jornalístico chamado Ministério do Povo. Abaixo você pode ouvir um trecho da abertura deste programa gravado em setembro de 1993 e cedido pelo companheiro radialista Celso Machado ao craquesdoradio.

Participam o jornalista Gê Fernandes e Paulo Sérgio Cardoso:

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

 

 

EDMUNDO ESTRAL

Edmundo Manoel Estral

Cuiabano (nasceu em 7/4//1963), começou no rádio em 1981 como rádio-escuta da equipe de esportes da Rádio Cultura de Cuiabá.

Aos poucos, foi aproveitando as oportunidades que surgiram para se transformar em plantonista esportivo.

Trabalhou também nas rádios A Voz do Oeste, Difusora, Industrial-VG e CBN/Gazeta.

Sempre bem informado e dono de uma memória privilegiada Edmundo é capaz de informar de ‘bate-pronto’ o nome de quase todos os estádios de futebol do país.

 

 

EDSON POPP

Edson Pop, narrador.

Começou a carreira narrando futebol amador e a partir de sua passagem pela Rádio Gazeta AM – hoje CBN Cuiabá – passou também a atuar no futebol profissional.

Narrou nas rádios Industrial de Várzea Grande e Cultura de Cuiabá.

Está afastado do rádio em função de um problema de saúde.

◊OUÇA ABAIXO narrações de Pop – um gol do Operário, um do Mixto e outro do Dom Bosco:

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

 

 

EDUARDO SARAIVA – O FOFOQUINHA

Eduardo Rueda Saraiva Filho

Repórter brilhante, Saraiva fazia o estilo ‘apimentado’, sempre polemizando informações e comentários.

Um dos grandes ‘pistas’ do rádio de Mato Grosso, era um dos ícones da Rádio Cultura de Cuiabá, onde começou a carreira e do esporte se transformou em repórter político, comentarista e apresentador do Grande Jornal Falado Cultura e diretor geral da emissora.

Foi também secretário de Comunicação da Prefeitura de Cuiabá.

Carioca, era operariano e vascaíno.

Adoentado, morreu no dia 30 de junho de 2004.

◊AQUI você ouve Eduardo Saraiva apresentando o Grande Jornal Falado Cultura ao lado do também saudoso Pereira Neto. O áudio foi cedido pelo amigo radialista Celso Machado. A gravação é de 1995.

CLIQUE abaixo:

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

 

 

ELBSON DE MORAES – O NEGRO GATO

Elbson Rodrigues de Moraes.

Mineiro, veio para Cuiabá na década de 70.

Repórter de campo e apresentador de programas musicais – o famoso disc-jóquei da época.Sempre bem humorado e brincalhão, Elbson era querido por todos e sua atuação era marcada pelo alto astral.

Trabalhou nas rádios A Voz D’Oeste e Cultura.

Fez história comandando o seu ‘Festival da Tarde’.

Morreu na década de 90.

◊ABAIXO você ouve Elbson na abertura do seu Festival da Tarde. Gravação do dia 18 de agosto de 1980 quando Moraes estava na Rádio A Voz D’Oeste. O áudio foi cedido pelo amigo radialista Celso Machado:

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

 

 

EUGÊNIO DE CARVALHO

Eugênio de Carvalho é cuiabano (nasceu no dia 03/3/1932).

Começou sua carreira de radialista em 1957.

Atuou em todas as áreas e no futebol era comentarista.

Passou pelas rádios A Voz D’Oeste, Cultura, Difusora e Vila Real (hoje CBN/

Gazeta).

Ajudou a criar a Vila Real, que depois se transformou em Globo-Vila.

Está aposentado pela assessoria de imprensa da Assembléia Legislativa de Mato Grosso.

 

 

FAUSER SANTOS

Fauser Antonio dos Santos nasceu no dia 6 de março de 1931 em Promissão, SP.

Começou sua carreira de radialista no interior de São Paulo e em 1974 comprou a Rádio Cultura de Cuiabá.

Apresentou durante muitos anos o ‘Grande Jornal Falado Cultura’, um dos principais rádio-jornais da história de Mato Grosso e carro-chefe na programação da emissora.

Grande incentivador do esporte, manteve na emissora durante muito tempo a famosa e inesquecível Equipe 1.300, por onde passaram grandes nomes do rádio esportivo regional.

Morreu no dia 18 de agosto de 2001.

◊OUÇA ABAIXO a vinheta de encerramento do Grande Jornal Falado Cultura – o informativo mais antigo e tradicional do rádio mato-grossense – nas vozes de Fauser Santos e Paulo Araújo (radialista dono de uma voz maravilhosa que veio de São Paulo, apresentou o jornal durante muitos anos e morreu na década de 80). O áudio foi viabilzado através dos companheiros Iuri Júnior e Paulo Sérgio Cardoso:

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

◊ CLIQUE ABAIXO para ouvir a vinheta de abertura do Grande Jornal Falado Cultura:

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

◊VEJA ABAIXO um vídeo extraído do documentário ‘A voz e a vez do Oeste’, do jornalista Pedro Ribeiro, onde Fauser Santos e o comunicador Carlos Roberto ‘Mortadela’ contam uma das mais hilárias e pitorescas passagens do rádio cuiabano:

Imagem de Amostra do You Tube

 

 

IVO DE ALMEIDA

Narrador que fez história nos anos 60 e 70. Passional, vibrante e polêmico, Ivo foi um dos maiores fenômenos do rádio esportivo de Mato Grosso.

Foi um dos principais líderes do movimento que resultou na construção do Estádio Governador José Fragelli, o Verdão.

Chegou a ser eleito vereador com uma das maiores votações proporcionais da história de Cuiabá.

Personagem de transmissões históricas e passagens hilárias, muitas delas já parte do folclore regional.

Trabalhou nas rádios Difusora, Cultura e A Voz D’Oeste.

Seu temperamento explosivo e a personalidade forte o afastaram do rádio prematuramente.

Adoentado, morreu na década de 90.

 

JAIR FIGUEIREDO – O JAIR JABRA

Jair Habra Figueiredo nasceu em Cuiabá (1948) e foi criado na pequena Arenápolis.

Só aos 26 anos, descobriu o talento para transmitir notícias e apresentar programas no rádio.

A carreira começou na Rádio Cultura de Cuiabá, em 1974, onde, por acaso, o repórter virou narrador.

Também empunhou os microfones nas rádios Difusora e A  Voz do Oeste.

Mixtense e botafoguense, foi homenageado em 2008 na Copa Gazeta de Futebol Master.

 

 

JOTA BARRETO – A VOZ DO POVO

Hermínio José Barreto

O narrador Hermínio J. Barreto é sul-mato-grossense de Campo Grande e construiu sua vida profissional e pessoal em Rondonópolis.

Narrador e diretor da Rádio Clube, Barreto foi vereador e prefeito, e é deputado estadual.

Um dos mais antigos e importantes profissionais do rádio esportivo de Mato Grosso em atividade.

◊JOTA BARRETO narra os 3 gols do União na final do Campeonato Mato-grossense de 2010 – vitória por 3 a 2 sobre o Operário. Foi o primeiro título da história do Colorado:

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

 

 

JOTA MÁRCIO – O MAIS NOVO DA NOVA GERAÇÃO

José Márcio Abalen

Narrador, brilhou nas décadas de 1970 e 1980 com um estilo moderno e dinâmico.

Tímido, Jotinha se transformava com um microfone na mão e foi um dos grandes campeões de audiência do rádio esportivo regional.

A partir do final da década de 1980 dedicou-se também ao futsal, com transmissões pioneiras e exclusivas da participação de times de Mato Grosso em eventos nacionais, como, por exemplo, o Gercafi na Taça Brasil.

Funcionário do Dermat (hoje DVOP), Jota Márcio era o sujeito ‘bom amigo’ de todos. Trabalhou durante muitos anos na Rádio Cultura, onde inclusive foi chefe da equipe de esportes.

Também narrou na Globo-Vila (hoje CBN) e para a TV Brasil Oeste.

Morreu em 1994.

◊JOTA MÁRCIO narra gol do Operário (Carlinhos Ferreira marca contra o Mixto no Campeonato Estadual de 1993) – gol narrado para a televisão e cedido pelo jornalista Macedo Filho:

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

◊JOTA MÁRCIO narra gol do Gercafi na decisão da Copa Mato Grosso de Futsal de 1993  (Márcio marca contra o Monte Libano) – gol narrado para a televisão e cedido pelo jornalista Macedo Filho:

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

 

 

LAÉRCIO DE ARRUDA – O BALUARTE

Laércio Vicente de Arruda

Iniciou a carreira como repórter, em 1967, na Rádio Difusora de Cuiabá.

A partir daí desenvolveu uma carreira gloriosa defendendo o prefixo das rádios Cultura, A Voz do Oeste e Industrial, tanto como repórter como narrador.

No início da década de 80 passou a  trabalhar também na televisão, através da TV Brasil Oeste. Também atuou como narrador na TV Record.

Reverenciado pela sua competência, o Baluarte recebeu do governador, a Comenda Ordem do Mérito de Mato Grosso, e também foi homenageado pela Câmara de Vereadores de Sinop, onde também prestou relevantes serviços à imprensa.

Como narrador, ficou conhecido com expressões como “nos escanteios das horas…”, ou “nuvens carrancudas sobrevoam o estádio…”, e ainda “… do Tiiiiiiigre!”, ao narrar gols do Mixto.

Recentemente narrou também pela Rádio CBN Cuiabá e na Federação Mato-grossense de Futebol.

Também foi secretário de Esportes de Mato Grosso.

Mora em Sinop onde coordena a TV Record local.

◊LAÉRCIO DE ARRUDA narra gol do Palmeiras de Cuiabá (Daniel marca contra o Dom Bosco na Copa Gazeta Master de 2008):

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

◊LAÉRCIO DE ARRUDA narra gol do Palmeiras de Cuiabá (Vitor marca contra o Mixto na Copa Gazeta Master de 2008):

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

VEJA ABAIXO reportagem exibida pela TV Record de Cuiabá contando a vida do radialista Laércio de Arruda:

Imagem de Amostra do You Tube

 

 

LINO PINHEIRO – O LP, DO RÁDIO E DA TV

Lino Pinheiro, um dos grandes repórteres esportivos de Mato Grosso, nasceu no dia 27 de março de 1950 na cidade de Poxoréu-MT.

Começou a carreira na rádio Difusora de Cuiabá como locutor de comerciais.

Como repórter esportivo trabalhou também nas rádios Cultura, a Voz do Oeste, Globo-Vila e Gazeta (hoje CBN).

Teve atuação destacada também na tv, trabalhando na Centro América, Brasil Oeste, Gazeta (Record) e Rondon de Cuiabá.

Também passou pelas rádios Cacique (São Caetano-SP), Educativa (Rio Claro-SP) e Gazeta (São Paulo).

Seus últimos trabalhos na imprensa foram na TV Record (Gazeta) e na Rádio CBN. Atua como assessor de imprensa.

 

 

MACEDO FILHO

Hilarino Macedo Filho, narrador, apresentador e comentarista, nasceu no dia 5 de maio de 1952 na cidade de Guiratinga-MT.

Começou no rádio em 1968 na Educadora de Guiratinga.

Depois trabalhou nas rádios Cultura, Difusora, A Voz do Oeste e Industrial.

Na televisão, foi apresentador e narrador na Centro América, na Cidade Verde, na Brasil Oeste, na Gazeta (Record) e na TV Rondon.

Homem de grande cultura geral e idéias inovadoras, criou diversos programas de rádio e tv nos mais variados segmentos e é também um dos principais historiadores do futebol de Mato Grosso, com vasto acervo de videos, fotos e informações históricas. Todas, aliás, de vital importância para a construção deste blog.

Hoje desenvolve documentários sobre o futebol estadual e é apresentador do Canal 47 (Rede TV), em Cuiabá.

 

 

MÁRCIO DE ARRUDA – O CATEGORIA QUE NÃO MUDA

Márcio Frederico Cunha de Arruda

Cuiabano (nasceu em 1944), Márcio foi um dos maiores narradores de futebol de todos nos tempos no rádio de Mato Grosso.

No melhor estilo Fiori Giglioti, marcou época com expressões como “É fogo, é fogo, é foooogo galera alvinegra” e “…Bife, a fúria negra”.

Embora dom-bosquino de coração, foi narrando jogos e gols do Mixto sua maior identificação.

Foi o primeiro homenageado da Copa Gazeta de Futebol Master.

Encerrou a carreira em 1998 e foi se dedicar à outra paixão, o Carnaval. Ajudou a criar a banda Coração Cuiabano, em defesa das raízes carnavalescas.

Morreu em 2008 vítima de infecção generalizada após uma cirurgia no estômago.

◊MÁRCIO DE ARRUDA narra o gol do título do Fluminense na final do Campeonato Carioca de 1995 (3 x 2 sobre o Flamengo, gol de Ailton):

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

◊MÁRCIO DE ARRUDA narra o gol do Flamengo contra o Fluminense na final do Campeonato Carioca de 1995 (Fabinho marca):

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

◊MÁRCIO DE ARRUDA narra gol do Operário (Wender marca contra o União no Campeonato Estadual de 1995):

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

◊MÁRCIO DE ARRUDA narra gol do Mixto (Geraldinho marca contra o Sinop no Campeonato Estadual de 1994):

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

VEJA ABAIXO reportagem exibida pela TV Record de Cuiabá contando a vida do radialista Márcio de Arruda:

Imagem de Amostra do You Tube

 

 

MÁRIO MÁRCIO TORRES

Uma das mais belas vozes da história do rádio AM de Mato Grosso.

Locutor oficial da Rádio Cultura na década de 80, Mário Márcio ficou na história como o homem das chamadas da Equipe 1.300 e do prefixo da emissora.

Era o ‘preferido incondicional’ do comentarista Roberto França para gravação não só das chamadas da equipe de esportes como também das vinhetas e aberturas de programas.

A partir da metade da década passou a se dedicar mais a política. Compadre do ex-governador do Rio de Janeiro, Leonel Brizola, Mário Márcio deixou o rádio por volta de 1995 e se tornou um dos líderes do PDT em Mato Grosso, tendo também ocupado cargos na prefeitura de Cuiabá e no Governo do Estado.

◊ OUÇA ABAIXO a voz poderosa de Mário Márcio na gravação do prefixo da Rádio Cultura. Áudio gravado em 1993 e cedido pelo radialista Celso Machado:

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

 

 

 

OLIVEIRA JÚNIOR

Orlando de Oliveira Antunes Júnior.

Paranaense de Curitiba (nasceu no dia 18 de outubro de 1968).

Começou como repórter esportivo na Rádio Vila Real de Cuiabá (atual CBN).

Passou também pelas rádios Cultura de Cuiabá, A Voz do Oeste, Industrial de Várzea Grande, Celeste de Sinop, e Gazeta (CBN), onde está desde 1991.

Também é repórter de televisão (está na Record Cuiabá, depois de passar pelas tevês Cidade Verde e Brasil Oeste de Cuiabá).

Como narrador, transmitiu provas de kart e autocross, além de jogos de futebol pela CBN. Seu grande momento nesta função foi na decisão do Campeonato Estadual de 2008, quando narrou o gol que deu o título para o Mixto em Rondonópolis.

Em 1998, cobriu a Copa da França para um pool de emissoras de rádio do Centro-Oeste e para o Grupo Gazeta de Comunicação.

É editor de Esportes do jornal A Gazeta e criou o site Sportsmotor.

Um dos mais completos profissionais da imprensa em atividade hoje em Mato Grosso.

◊OLIVEIRA JÚNIOR narra gol do Mixto (Evandro marca contra o União na decisão do Campeonato Estadual de 2008):

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

◊OLIVEIRA JÚNIOR narra gol do Mixto (Anderson marca contra o Dom Bosco em jogo do Campeonato Estadual no início dos anos 2000):

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

 

 

ORLANDO ANTUNES

Orlando Antunes, repórter e comentarista, paranaense (nasceu em 16/7/1946).

Chegou em Cuiabá na década de 70 para atuar como árbitro e bandeirinha de futebol.

No rádio iniciou a carreira em 1964 como rádio-escuta do plantão esportivo na Rádio Colombo de Curitiba.

Em Cuiabá estreou como radialista na A Voz do Rádio em 1978.

Também trabalhou nas rádios Vila Real, Industrial (Várzea Grande), Cultura Cuiabá, Capital (Sinop) e Gazeta AM (hoje CBN).

Passou ainda pelos jornais O Estado de Mato Grosso e A Gazeta, além de trabalhar como repórter e apresentador nas tevês Gazeta (hoje Record), canal 27 e TV Brasil Oeste.

Atua hoje como repórter do site esportivo www.futebolpress.com.br.

Orlando também trabalhou diversas vezes como diretor e supervisor de futebol das principais equipes do futebol de Mato Grosso.

* OUÇA entrevista de Orlando Antunes ao repórter Paulo Sérgio Cardoso falando sobre sua história no rádio:

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.


 

PAULO FANAIA – A VOZ DO RÁDIO

Paulo Sérgio Fanaia Teixeira nasceu no dia 14 de março de 1961 na cidade de Cáceres-MT.

Começou sua carreira na imprensa em Cuiabá no início da década de 1980 na Rádio A Voz D’Oeste ao lado de Roberto de Jesus César – o Careca -, Rubens neves, Elbson de Moraes, Eudes Fanaia e Geraldo Viana, entre outros.

Trabalhou também nas rádios Difusora, Vila Real (hoje CBN) e Industrial-VG, onde formou a equipe ‘Opa’ ao lado de Ademir Rodrigues, Osmair Thiago e Toninho de Souza, com destaque para a cobertura do futsal regional.

Na televisão estreou no Canal 8 como repórter, apresentador, narrador e coordenador, assumindo o tradicional programa Poliesportes, criado pelo jornalista Macedo Filho, ao lado de Osmair Thiago, Toninho de Souza e João Batista – o JB.

Narrou o jogo de futsal entre Palmeiras e Corinthians na inauguração do ginásio Fiotão.

Fanaia – que no rádio, entre outras atividades, foi plantonista esportivo – também foi correspondente da revista Placar em Mato Grosso.

Deixou a crônica esportiva no final dos anos 1980 para se tornar professor, onde milita até hoje em Cuiabá.

“Sempre que posso volto aos velhos tempos fazendo cobertura dos eventos esportivos da escola na nossa Rádio Corredor”, conta.

 

 

PAULO SÉRGIO CARDOSO – O REPÓRTER ‘QUE NÃO FICA’ NERVOSO

Paulo Sérgio Cardoso nasceu dia 14/10/1954. É paulista de Santa Cruz do Rio Pardo, onde começou no rádio em 1975.

Chegou em Cuiabá em 1979 para trabalhar na equipe de esportes da Rádio Cultura de Cuiabá.

A alcunha – ‘o repórter que não fica nervoso’ – é uma provocação criada pelo comentarista Roberto França em alusão justamente ao temperamento explosivo do radialista.

Agitado, nervoso e sempre pronto para uma boa discussão, Paulo Sérgio se consagrou também como um repórter de forte presença de espírito, tiradas geniais e sempre bem humoradas, além de informações precisas.

Além da Cultura, Paulo trabalhou também na equipe de esportes e no departamento de jornalismo da CBN/Gazeta AM, para onde voltou no início de 2011 como repórter de esporte e jornalismo.

 

 

PEDRO SILVA

Pedro Mariano da Silva.

Foi um dos primeiros narradores de futebol do rádio cuiabano.

Nascido em Batuvi (1940), próximo à Guiratinga, região Sul de Mato Grosso iniciou a carreira na década de 50 como repórter na Rádio Difusora de Cuiabá.

Logo em seguida passou a narrar futebol.

Trabalhou nas rádios A Voz do Oeste e Cultura.

Era um profissional polivalente, e também atuou como promotor de eventos, inclusive trazendo o Botafogo de Garrincha e o Santos de Pelé para exibições no Dutrinha.

Foi de Pedro Silva também a primeira transmissão fora da capital – de Corumbá direto para Cuiabá.

Deixou o rádio ainda na década de 70 – mora em Cuiabá.

 

 

REINALDO COSTA – O MAQUININHA

Reinaldo de Oliveira Costa

Paulista de Cruzeiro (pequena cidade na divisa com o Rio de Janeiro), Reinaldo Costa é um dos principais nomes da narração esportiva do Brasil.Começou a carreira na Rádio Mantiqueira, de Cruzeiro. Depois, trabalhou nas rádios Cultura e Educação Rural, de Campo Grande-MS.

O grande salto na sua vida profissional aconteceu a partir da Rádio Globo – SP, na equipe de Osmar Santos.Já reconhecido como um dos grandes nomes da radiofonia brasileira, Reinaldo também passou por outras emissoras importantes dos grandes centros, como a Record-SP, e também a Eldorado-SP – com a equipe da ESPN Brasil.

No currículo, uma infinidade de grandes jogos, inúmeras decisões estaduais e nacionais, e seis Copas do Mundo: 1978 na Argentina, 82 na Espanha, 86 no México, 90 na Itália, 94 nos Estados Unidos e 2010 na África.Também transmitiu no dia 13 de dezembro de 1981, em Tóquio, a final do Mundial Interclubes com a conquista do Flamengo em cima do Liverpool, pelo menos três Copas América, dezenas de jogos da seleção brasileira, além de diversos GPs de Fórmula 1.

Está na Rádio CBN Cuiabá desde janeiro de 2011, onde, além de narrar, ancora o programa CBN Esportes.

◊OUÇA

REINALDO COSTA assumindo pela primeira vez o microfone da Rádio CBN Cuiabá, em janeiro de 2011, na sua estréia:

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

◊REINALDO COSTA narra gol de Luis Fabiano na Copa do Mundo de 2010, na África do Sul:

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

◊REINALDO COSTA narra os  gols da decisão do Campeonato Mato-grossense de 2011 – Cuiabá 1 x 1 Barra, no Dutra (Douglas para o Cuiabá e Cleidir para o Barra):

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

 

 

ROBERTO FRANÇA – A VOZ QUE NÃO SE CALA

Roberto França Auad

Cuiabano, Roberto França (nasceu dia 2 de setembro de 1948) é apontado como o mais popular comentarista da história do rádio de Mato Grosso.

Polêmico, impetuoso, carismático e protagonista de algumas passagens que entraram para o folclore do rádio principalmente em função de seu estilo perfeccionista de trabalhar, Roberto começou a carreira na rádio A Voz do Oeste e depois foi para a Rádio Cultura, onde ficou 18 anos. Também atuou pela rádio Difusora de Cuiabá.

Deixou o rádio no final da década de 80 para se dedicar à política.

Voltou a trabalhar como radialista em 2006 apresentando um programa jornalístico na TV Rondon (Resumo do Dia), onde está até agora.

Assumiu também a diretoria de comunicação da Agecopa (Agência da Copa do Mundo de 2014).

VEJA ABAIXO um registro do estilo que tornou Roberto um sucesso no rádio e, atualmente, também na televisão – ao lado do companheiro Augusto Roberto, França faz críticas ao presidente da Federação Mato-grossense de Futebol:

Imagem de Amostra do You Tube

 

 

ROMEU ROBERTO – O DIFERENTE DA CIDADE

Cuiabano, Romeu Roberto nasceu no dia 14 de julho de 1947 e atuou como repórter.

Começou a carreira na Rádio Cultura.

Também trabalhou na Voz do Oeste e na Difusora.

Foi jogador de futebol passando por Mixto e Dom Bosco.

Também fez sucesso como animador de programas musicais no rádio da Baixada Cuiabana.

Era conhecido como Memeu, o Diferente da Cidade por trazer algumas inovações para o rádio.

Deixou a imprensa na década de 80.

Morreu em setembro de 2011 após complicações de saúde.

◊VEJA reportagem sobre Romeu Roberto:

Imagem de Amostra do You Tube

 

RUI PIMENTEL

Rui Alves Araújo, baiano de Salvador.

Nasceu em 1945 e morreu aos 65 anos, no dia 18 de novembro 2010, na cidade de Campo Grande-MS.

Em Cuiabá, atuou como narrador esportivo nas décadas de 70 e 80. Sua última passagem pelo rádio cuiabano aconteceu no início dos anos 1980, na Rádio Cultura de Cuiabá.

Tinha como uma de suas marcas registradas o momento do gol: “Grite comigo…”, dizia toda vez que a bola balançava a rede, convidando os ouvintes para acompanhá-lo no grito do gol.

Em Campo Grande, abandonou o rádio esportivo e comandava um programa de entrevistas e informações gerais com destaque para a política em uma emissora FM.

Morreu vítima de enfisema pulmonar.

 

 

RUBENS NEVES – O GAROTO DO ADIVINHA

Rubens Neves é mineiro de Araguari, onde nasceu dia 4 de agosto de 1943.

Começou a carreira com 18 anos de idade na rádio Araguari na função de sonoplasta.

Como narrador de futebol passou  pelas rádios Cacique (também de Araguari), Bela Vista (Uberlândia), Sete Colinas (Uberaba), Vera (Marília-SP), A Voz do Oeste (Cuiabá, onde chegou em 1973), Cultura, Industrial, Difusora, Globo-Vila e Gazeta (CBN).

Está na CBN desde o início dos anos 90, onde atua também como locutor e comentarista do departamento de jornalismo.

Sua marca é o famoso “Adiviiinha!”, quando avisa que a bola balançou a rede.

É o radialista mais antigo em atividade no rádio de Mato Grosso.

◊RUBENS NEVES narra o gol do título do Mixto no Campeonato Estadual de 1996 (Monga marca – Mixto 1  x 0 Sinop):

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

◊RUBENS NEVES narra gol do Mixto no Campeonato Estadual de 2009 (Thiago Tiziu marca contra o Operário):

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

◊RUBENS NEVES narra gol do Operário no Campeonato Estadual de 2009 (Tito marca contra o Mixto):

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

◊VEJA reportagem da TV Record Cuiabá sobre a carreira de Rubens Neves:

Imagem de Amostra do You Tube

 

 

TONINHO DE SOUZA

Antônio Ferreira de Souza, o Toninho de Souza, iniciou sua carreira na comunicação como repórter esportivo de rádio aos 16 anos. Mato-grossense de Planalto da Serra, passou pelas rádios Industrial-VG, Voz D’Oeste, Cultura e Gazeta AM. Deixou o rádio na década de 90 para se dedicar à tv – atuou como repórter nas tevês Brasil Oeste, Cidade Verde, Centro América e Gazeta/Record.

É vereador em Cuiabá e apresenta um programa na TV Record.


 

WALTER RABELLO

Walter Rabello Machado Júnior é paulistano – nasceu em 1967.

Chegou em Cuiabá no início da década de 80 como apresentador de programas musicais nas emissoras de rádio AM.

Na Rádio Cultura, passou a fazer parte também da equipe de esportes comandando os famosos programas de espera: antes dos jogos, rodava entrevistas e músicas, movimentando também os torcedores com seus palpites para os jogos que seriam transmitidos em seguida.

Com seu estilo sempre alto astral, virou presença obrigatória nesta função nas rádios onde passou, como a Gazeta AM (hoje CBN).

Na emissora de TV do Grupo Gazeta também chegou a narrar alguns jogos de futebol e futsal para o programa esportivo.

Já há alguns anos, trocou o rádio pela TV, onde passou a comandar programas policiais.

É deputado estadual.

Mantém forte ligação com o futebol, inclusive na condição de jogador amador.

 

 

WILLIAM GOMES

William Gomes é mineiro, começou a carreira de radialista em Ribeirão Preto-SP, e está em Cuiabá desde a década de 70.

Foi repórter, narrador e comentarista.

Professor da UFMT, especializou-se em defender e propagar o linguajar cuiabano.

Mantém um programa diário na Rádio Cultura de Cuiabá onde abordas temas gerais e um outro aos sábados, voltado para a música e as tradições regionais.

Dedica-se também a resgatar a história cuiabana, inclusive do futebol.

 

 

 

A história do rádio esportivo de Mato Grosso reserva uma infinidade de outros grandes nomes, como Ferreira Filho, Américo Lucas, Douglas Luis, Lourimar Neto, Sérgio Neves, Hélio Nascimento… Aos poucos, vamos atualizando e acrescentando atrações nesta página, contando sempre com a colaboração de todos os internautas.

 

 

 

OUÇA TAMBÉM:

 

JULIANO PANAZOLLO, narrador gaúcho da cidade de Carazinho que trabalhou na Rádio CBN/Gazeta no ano 2000.

Gol do Operário (Vitor marca contra o Jaciara pelo Campeonato Estadual):

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Gol do Mixto (Vanderlei marca contra o Cáceres pelo Campeonato Estadual):

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

VANDER LIMA, narrador goiano que trabalhou na CBN/Gazeta em 2008 e 2009.

Gol do Mixto (Davi marca em jogo do Campeonato Estadual 2009):

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Gol do Palmeiras de Cuiabá (Baré marca contra o Sinop em jogo do Campeonato Estadual 2009):

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

LINO ROSSI, radialista e ex-deputado federal, aventurou-se como narrador da Rádio Gazeta AM em alguns jogos em 1993.

Gol do Operário (Renatinho marca contra o Sinop no Campeonato Estadual de 1992):

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Gol do Operário (Carlinhos Ferreira marca contra o Sinop no Campeonato Estadual de 1992):

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

NIL DE SOUZA, radialista cuiabano.

Gol do Dom Bosco (Luis Carlos Apucarana marca contra o Sinop no Campeonato Estadual de 1994):

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Gol do Dom Bosco (Luis Carlos Apucarana marca contra o Cáceres no Campeonato Estadual de 1994):

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

 

 

JORCI JOSÉ, radialista cuiabano.

Jorci José comanda há mais de 30 anos o programa ‘Cultura, a dona da noite’ na Rádio Cultura de Cuiabá.

Não trabalhou diretamente nas equipes esportivas, mas com grande audiência nos chamados anos de ouro do rádio AM regional vivenciou também os melhores tempos do futebol regional.

Abaixo você ouve um trecho do programa gravado em 1993 e cedido ao craquesdoradio pelo companheiro radialista Celso Machado:

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

 

 

REGISTROS ESPECIAIS:

 

JORGINHO MUSSA

Jorge Mussa Sobrinho

Cuiabano (nasceu em 21.3.58), Jorginho é um dos ícones de um outro segmento do rádio esportivo da Baixada Cuiabana: o rádio que acompanha e transmite o futebol amador (também chamado de futebol varzeano).

Começou no rádio no início da década de 1980 e em 1985 estreou na Rádio Cultura o programa Bate-Bola Amador, que se tornou uma referência no segmento.

Repórter, apresentador e narrador, Jorginho também atua como narrador no futebol profissional.

 

 

ODÍLIO MARTINS

Odílio Gerônimo Martins

Chamado de Bili pelos colegas, o cuiabano Odílio, nascido no dia 30/09/1966, é um dos mais conhecidos e eficientes operadores de externa do rádio de Mato Grosso.

Começou a carreira em 1984 como sonoplasta na Rádio A Voz D’Oeste de Cuiabá.

Também trabalhou como operador de áudio na Rádio Industrial de Várzea Grande e na Rádio Vila Real (que depois virou Gazeta e hoje é CBN).

E hoje na Rádio CBN Cuiabá, onde está desde 1989, exerce as funções de operador de áudio, operador de gravação e técnico de externas nas transmissões esportivas e jornalísticas.

É um grande colaborador do blog craquesdoradio.

 

 

PELEZINHO

Wilson Cipriano Peixoto

Cuiabano (nasceu no dia 31.12.1957), Pelezinho é uma das figuras mais conhecidas do rádio esportivo de Cuiabá e Várzea Grande.

Começou a carreira em 1974 como sonoplasta na Rádio Difusora Bom Jesus de Cuiabá.

Também trabalhou como operador de som nas rádios Vila Real (hoje CBN), A Voz d’Oeste e Cultura.

Na Rádio Cultura, onde está desde 1984, Pelé realizou também o sonho de ser locutor: apresenta um programa musical e é repórter esportivo, atuando na cobertura do futebol profissional.

Também continua trabalhando como operador de áudio.

◊AMIGO INTERNAUTA, se você tiver informações para adicionar ao histórico de um dos nossos personagens, ou mesmo desejar incluir um outro nome ao nosso arquivo, mande uma mensagem acessando o link CONTATO

Obrigado!